Blog | Expertise

Crowdfunding Imobiliário Mercado de Investimento Imobiliário

5 dicas práticas para investir em imóvel

Escrito por

Henrique Sá


Formado em Marketing pela USP. É Head de Marketing na Glebba Investimentos. Acredita no poder das redes e do conhecimento, como principal caminho de mudança.


Investir em imóvel é uma das formas mais tradicionais de investimento no Brasil dada sua rentabilidade e segurança.

Entretanto, existe uma série de fatores que podem ditar se aquele investimento foi de fato um bom negócio, ou apenas uma grande dor de cabeça.

Abaixo listamos 5 dicas práticas para você ter em mente antes de investir seu dinheiro em um imóvel.

1 – Defina qual tipo de investimento você deseja fazer

Um passo importante é definir a opção de investimento que mais combina com você.

Das possibilidades de investir em imóvel você pode:

  • Comprar imóveis na planta
  • Comprar um terreno
  • Alugar imóveis
  • Investir em fundos imobiliários
  • Crowdfunding imobiliário (investimento imobiliário direto).

Para não nos alongarmos, descrevemos em outra postagem as vantagens de cada uma delas.

2 – Visite o imóvel

Com acesso a tecnologia é possível analisar empreendimentos sem precisar sair de casa, por meio de fotos, vídeos, ou até mapeamento 3D. Contudo, existem vários detalhes que só estando no imóvel você consegue analisar.

Ao realizar uma visita, verifique se as obras básicas (rede de esgoto e água, rede elétrica, pavimentação) foram executadas como o planejado.

No caso de imóveis, se o bem está em condições (rachaduras, pintura, portas, janelas, etc).

Vasculhe o imóvel a procura de problemas que podem aparecer depois de investir no empreendimento.

3 – Estude o mercado

Outra dica é estudar o mercado, tanto local, quanto nacional.

Com uma boa pesquisa no Google você consegue entender tendências de investimento no mercado imobiliário para avaliar se é uma boa hora de investir.

Ao mesmo tempo, ao visitar o imóvel, você pode reparar no entorno a procura de obras comerciais ou residenciais, para ter um indicativo se outras pessoas também estão investindo na região.

4- Conheça bem a localidade antes de investir no imóvel

A localidade é tão ou mais importante que o próprio empreendimento. Ela que define o sucesso das vendas e possibilidade de valorização do imóvel.

Ao visitar o imóvel, além de analisar as obras no entorno, procure se informar sobre:

Segurança

Qual é o índice de violência do bairro? Qual é a taxa de assaltos e furtos? O que os moradores da região pensam sobre a segurança do bairro?

Saneamento básico e asfaltamento

O bairro onde o empreendimento se localiza tem um bom saneamento básico e o asfaltamento foi realizado de maneira correta?

Comércios no entorno

Existem comércios como supermercados, padarias, shoppings, restaurantes, etc perto do empreendimento?

Serviços no entorno

Existem serviços públicos ou privados, como hospitais, escolas, ônibus, etc. perto do empreendimento?

5- Peça a ajuda de um especialista

Por fim, caso você não se sinta confortável em fazer as avaliações que citamos acima, uma última dica é para que você procure ajuda de alguém que trabalhe no mercado imobiliário.

Corretores, por exemplo, conseguem lhe indicar boas opções de imóveis com base em seu perfil, trazendo imóveis que realmente valem o preço

 

Deseja investir em imóveis avaliados por especialistas a partir de 5 mil reais? Conheça nossas ofertas.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



As sociedades empresárias de pequeno porte e as ofertas apresentadas nessa plataforma estão automaticamente dispensadas de registro pela Comissão de Valores Mobiliários - CVM. A CVM não analisa previamente as ofertas. As ofertas realizadas não implicam por parte da CVM a garantia da veracidade das informações prestadas, de adequação à legislação vigente ou julgamento sobre a qualidade da sociedade empresária de pequeno porte. Antes de aceitar uma oferta, leia com atenção as informações essenciais da oferta, em especial a seção de alertas sobre riscos.

INSTRUÇÃO CVM Nº 588, DE 13 DE JULHO DE 2017